Apresentação da Plataforma
Este projecto surge na sequência da participação da CIMAC numa série de iniciativas e projectos de cooperação europeia que tiveram como mote a ideia de que a actividade artística e cultural são impulsionadores de desenvolvimento dos territórios e de inovação social. Estas experiências de cooperação territorial europeia levantaram também a necessidade de abordagens multidisciplinares e complementares aos níveis económico, social, local e global que permitam conectar as actividades culturais e criativas com o desenvolvimento territorial e social.

Por outro lado, a Estratégia Integrada de Desenvolvimento Territorial para o Alentejo Central 2014- 2020 defende, no seu domínio de intervenção “Coesão Social e Qualidade de Vida”, que a melhoria do bem-estar das populações passará, entre outros aspectos, pela melhoria das condições geradoras de criatividade, conhecimento e inovação social.

Neste sentido, a promoção de uma oferta cultural de qualidade, voltada para a formação de públicos e para a integração desta formação no sistema de ensino formal, bem como a promoção de lógicas de fruição integradas será também de incentivar neste domínio.
dimensão de serviço público na produção cultural deve ser salvaguardada e a articulação institucional deve a este nível potenciar a animação cultural do território, a programação em rede e a promoção de uma oferta cultural acessível nos principais polos urbanos mas também nos espaços rurais.

A este nível importa sobretudo reforçar a cooperação institucional entre municípios e agentes culturais a uma escala intrarregional, tornando-se aqui fundamental o desenvolvimento de acções que visem o apoio à capacitação das entidades promotoras de atividades culturais e acções de dinamização de espaços para criação e experimentação de projetos culturais numa lógica de articulação de agentes e ideias.
Objetivos
Objectivos
  • Promover o sector cultural e criativo do Alentejo Central;
  • Promover a organização integrada do sector, por forma a combater o isolamento e criar escala;
  • Adaptar instrumentos e mecanismos de suporte à gestão e desenvolvimento dos agentes do sector;
  • Promover o conhecimento do sector através do mapeamento cultural;
  • Promover ligações com a I&D (Educação, Investigação, Indústria);
  • Promover o trabalho em rede e esquemas de mobilidade;
Abordagem
  • Considerar o contexto cultural e criativo enquanto Ecossistema Criativo, no qual os elementos que integram este ecossistema o fazem numa determinada área geográfica, estabelecem relações entre si mas também com o meio que os rodeia, numa interacção sempre mútua; 
  • Integrar indivíduos e organizações multidisciplinares e promover formas de articulação entre si;
  • Promover a utilização conjunta de equipamentos e serviços;
  • Promover a diversidade de ideias e valores, sem modelar ou circunscrever;
  • Informar e promover formas de financiamento diversificadas, não compartimentando o sector cultural e criativo como algo “isolado” no contexto humano;
  • Promover relações de longa duração, dentro do ecossistema;
Funcionalidades da plataforma 
  • Pesquisar os diversos elementos do ecossistema cultural e criativo do Alentejo Central, devidamente geo-referenciados e organizados da seguinte forma:
    • Agentes culturais: organizações e/ou artistas que desenvolvam actividades culturais e criativas na área das artes, media ou serviços criativos
    • Equipamentos culturais: estruturas públicas e privadas onde ocorrem actividades culturais e nas quais podem ser programados eventos, organizados por salas de espectáculo e por espaços de exposição e acervo
    • Estruturas de apoio ao sector cultural e criativo: espaços que de alguma forma suportam a actividade cultural e criativa, quer do ponto de vista do acolhimento empresarial, da aprendizagem, do ensaio, da experimentação, da troca de experiências
  • Registar-se na Plataforma, enquanto agente cultural e criativa, divulgando a sua actividade, portfolio, eventos e contactos
  • Consultar uma agenda cultural actualizada, para todo o Alentejo Central, organizada por tipologia de eventos e por município
  • Aceder a notícias relevantes para o sector cultural e criativo
Âmbito geográfico e equipa
Âmbito
Promotor: CIMAC
Parceiros: Municípios de Alandroal, Arraiolos, Borba, Estremoz, Évora, Montemor-o-Novo, Mora, Mourão, Portel, Reguengos de Monsaraz, Redondo, Vendas Novas e Viana do Alentejo;
Apoio: ADRAL, Direcção Regional de Cultura do Alentejo
Destinatários: Agentes culturais e criativos do Alentejo Central
Coordenação e implementação: Grupo de Trabalho Intermunicipal para a Cultura
Equipa CIMAC
Teresa Batista
Telefone: 266749420
Email: tbatista@cimac.pt 
Ana Isa Coelho  
Telefone: 266749420
Email: ana.isa@cimac.pt 
Miguel Correia Pedro
Telefone: 266749420
Email: miguel.pedro@cimac.pt 
Equipa Municipios
Click here to see your activities